O LETRAMENTO POR MEIO DE PRÁTICAS DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO: UMA EXPERIÊNCIA DE SUCESSO

  • ELIANE DE OLIVEIRA DINTER Estácio de Sá e UNITAU

Resumo

O artigo descreve uma experiência de inclusão de crianças surdas no Ensino Fundamental, em uma escola municipal de São José dos Campos, estado de São Paulo. O objetivo é apresentar o trabalho para o letramento da Língua Portuguesa com surdos realizada por meio de sequência didática de leitura e produção de texto construída pelos docentes da unidade escolar e a análise das produções escritas dos alunos surdos, de 3º. Ano do Ensino Fundamental, desenvolvidas a partir da Sequência Didática da história do Pinóquio, destacando-se aspectos linguísticos apropriados pelos alunos. Considerando os aportes teóricos do sócio-interacionismo e as contribuições das pesquisas linguística em relação ao papel da LIBRAS e o ensino de segunda língua para os surdos, buscou-se identificar os avanços de letramento do surdo na aquisição da Língua Portuguesa na modalidade escrita. Como resultado constatou-se que o aluno surdo, exposto a um trabalho de leitura e produção escrita, de forma planejada e alinhada a perspectiva teórica da língua como prática social, avançou significativamente em seu processo de letramento, conseguindo, produzir um reconto escrito que garantiu os aspectos constituintes do conto do Pinóquio.
Publicado
2020-11-01
Seção
Seminário de Estudos Linguísticos do Vale do Paraíba