“PARA ALÉM DO SOM!”: ASPECTOS BILINGUES/BICULTURAIS E SUAS RESSONÂNCIAS NO PENSAR METODOLÓGICO PARA O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA PARA SURDOS

Resumo

Resumo: A aprendizagem da Língua Portuguesa escrita encontra duros desafios na educação de surdos. Isso, em parte, se deve à necessidade de implementação de metodologias que contemplem o canal visual e os possibilite adquirir a língua escrita partindo do conhecimento e desenvolvimento prévio da língua de sinais, o que caracterizaria a língua portuguesa como sua língua adicional. Tendo em vista as questões culturais intrínsecas às línguas, objetivamos ao longo desse trabalho colocar em suspenso algumas verdades consolidadas acerca da aquisição da língua escrita para surdos no imperativo da inclusão, refletindo sobre outros caminhos possíveis de serem estabelecidos ao assumir uma perspectiva bilíngue e bicultural. Os dados produzidos através de uma pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico nos permitem traçar um curso histórico nas discussões sobre o ensino de Português para surdos tomando os dispositivos legais e o currículo básico como pontos de partida para dialogar com autores que discutem as ideais relacionadas ao bilinguismo, cultura e identidade surda e por fim processos de aquisição da linguagem. Acreditamos que essas reflexões podem contribuir para uma melhor compreensão acerca das dificuldades enfrentadas por surdos nas aulas de Língua Portuguesa em turmas regulares, mesmo as que contam com a presença de um tradutor e intérprete, no intuito de minar relações de fronteira entre a língua oral e a de sinais.

Biografia do Autor

Gabriel Silva Nascimento, Instituto Federal de São Paulo
Doutorando em Educação Especial (UFScar) e em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência (Unifesp),Mestre em Educação (Ufes), Especialista em Libras (Finom), Especialista em Educação Especial Inclusiva (UCM), Licenciado em Letras Português-Inglês (Uniube), atua como como Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico na área de Letras - Língua Portuguesa e Libras no Instituto Federal de São Paulo. Tem experiência na área da Educação, com ênfase no ensino de Língua Portuguesa, Língua Portuguesa para falantes de outras línguas, Língua Inglesa e Língua Brasileira de Sinais atuando principalmente nos seguintes eixos: acessibilidade para surdos, tradução audiovisual, formação de tradutores e intérpretes e Linguística Aplicada.
Publicado
2020-11-01
Seção
Seminário de Estudos Linguísticos do Vale do Paraíba