O DISCURSO DE VERDADE DOS MANUAIS DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA: ILUSÃO REFERENCIAL E PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO PORTUGUESA

Resumo

O objetivo deste trabalho é compreender qual ou quais as concepções dos autores das editoras Macmillan e Positivo sobre o papel do livro didático no ensino de língua estrangeiras e, assim, indiretamente, investigar três aspectos do trabalho: 1) o modo como o livro didático é representado; 2) a concepção sobre a tarefa do aluno, enquanto aluno ideal; e 3) o papel do professor ideal. A pesquisa toma como corpus de arquivo dois manuais de professores. Ambos os manuais são voltados para docentes de língua inglesa e contemplam orientações diversas. Aqui, fizemos o recorte do modo como o livro didático, o sujeito-aluno e o sujeito-professor são representados em ambos os manuais. Para análise dos recortes supracitados, tomamos como pressupostos teóricos-metodólogicos a Análise de Discurso Francesa (AD), mais especificamente os conceitos de: formação discursiva, formação ideológica, formações imaginárias e sujeito, acrescendo discussões acerca das práticas neoliberais de ensino (Dardot, 2016) e a concepção de língua no ensino de língua inglesa (Revuz, 1998). Os resultados mostram que o dizer dos manuais ancora-se nas perspectivas cognitivistas, no modo como concebem o sujeito-professor e o sujeito-aluno e compreendem a educação enquanto prática de mercado, na qual professor, aluno e livro didático estão inseridos.

Biografia do Autor

Amanda Maria Bicudo de Souza, Instituto Federal de São Paulo (IFSP)
Graduada em Letras com habilitação em Língua e Literatura Portuguesa e Inglesa pelas Faculdades Integradas Teresa D'Ávila (2005), especialista em Língua Inglesa (2014) e mestre em Linguística Aplicada pela Universidade de Taubaté (2010), Doutoranda no programa de Pós-graduação em Ciências da Linguagem, da Universidade do Vale do Sapucaí (2017). Atualmente é professora no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) - campus Campos do Jordão, lecionando Língua Inglesa e Língua Portuguesa nos cursos de graduação, cursos técnicos e ensino médio. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Inglesa, atuando principalmente nos seguintes temas: Inglês instrumental, leitura e interpretação de texto, gramática, gêneros discursivos; leitura e escrita em LE (Língua Estrangeira).
Publicado
2020-11-01
Seção
Seminário de Estudos Linguísticos do Vale do Paraíba