Letramento literário

Uma proposta didática ao ensino médio

  • Otávio Felipe Carneiro Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Caroline Larissa Saccoman Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Wesley Mateus Dias Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Palavras-chave: Letramento literário, Proposta didática, Ensino Médio, Visão da mulher

Resumo

As atuais pesquisas sobre o ensino de língua portuguesa destacam a importância de trabalhar o texto na escola por meio da concepção interacionista da linguagem, pois tal perspectiva ancora ao Círculo de Bakhtin e reconhece o texto como um enunciado concreto marcado por ideologias, valores, socialmente organizado e instrumentalizado pelos gêneros discursivos.Neste sentido, o texto literário tem uma função importantíssima na escola, pois refletem e refratam visões críticas do homem sobre a história e sociedade, auxilia na capacidade de fabulação da compreensão do mundo, organização de ideias, desenvolvimento da leitura etc. Neste artigo temos como objetivo apresentar uma proposta didática organizada pelo Plano de Trabalho Docente-Discente para o 3º ano do ensino médio sobre as possíveis relações e oposições entre o Romantismo e Modernismo através de textos dos escritores Álvares de Azevedo e Oswald de Andrade sobre a figura feminina. Para isso, nos fundamentamos aos pressupostos de Letramento Literário.

Biografia do Autor

Otávio Felipe Carneiro, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Mestrando em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Caroline Larissa Saccoman, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Especialista em Informática Instrumental Aplicada à Educação pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Wesley Mateus Dias, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestrando em Estudos do Texto e Discurso pela Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Referências

Antunes, I. (2004). Aula de português: encontro e interação. São Paulo: Parábola.

Bakhtin, M. (2011). Estética da criação verbal. (6a ed., P. Bezerra, Trad.), São Paulo: Martins Fontes, 261-306.

Brasil (1998). Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental - Língua portuguesa. Brasília: MEC/SEF.

Brasil (2000). Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Linguagens, códigos e suas tecnologias – Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF.

Brasil (2019). Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Recuperado em 28 jun. 2019 de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/

Cosson, R., & Souza, R. J. (2011). Letramento literário: uma proposta para a sala de aula. São Paulo: UNESP.

Gasparin, J. L. (2015). Uma didática para a pedagogia histórico-crítica. (5a ed.), Campinas, SP: Autores Associados.

Geraldi, J. W. (2013). Portos de Passagem. (5a ed.), São Paulo: Ed. Martins Fontes.

Ferragini, N. L. (2015). O gênero ensaio: um estudo teórico e metodológico na formação docente inicial. Tese (Doutorado) Universidade Estadual de Londrina, Londrina, Paraná, Brasil.

Moraes, J. P., & Bulamarqui, C. D. V. (2014). O letramento literário: o incentivo à leitura, à interpretação e produção do texto literário por meio de uma sequência básica. Anais Eletrônico do XIC Abralic.

Paraná (2008). Departamento de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Educação Básica. Curitiba: Secretária de Educação do Estado do Paraná

Perfeito, A. M. (2007). Concepções de lingagem e análise linguística: diagnóstico a propostas de intervenção. In M. H. V. Abrahão, G. Gil, & A. S. Rauber (Orgs.). Anais do Congresso Latino-americano de Formação de Professores de Línguas. Florianópolis: UFSC, 824-836.

Silva, E. T. (1999). Concepções de leitura e consequências no ensino. Perspectiva. 17(31), 11-19.

Soares, M. B. (1998). Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica.

Publicado
2021-03-08