O texto como pretexto: ler ou não ler, eis a questão!

Palavras-chave: Língua Portuguesa; Contos; Leitura.

Resumo

O presente trabalho visa a relatar a experiência de alunos e docentes durante um bimestre de atividades e a resultante apresentação na VI Semana da Leitura de uma instituição de Educação Básica. Pretendo descrever neste relato três das dez atividades realizadas com um grupo de alunos. O objetivo de cada atividade, vinculadas ao gênero conto, foi a promoção da prática de leitura e o desenvolvimento da capacidade leitora dos alunos no seu processo de ensino-aprendizagem. Como resultado da realização dessas atividades, percebe-se o envolvimento protagonista dos alunos, suas reflexões sobre a língua, o aguçamento do interesse pela leitura e os desenvolvimento de habilidades diversas. O viés interdisciplinar também foi contemplado nesta experiência, pois os mesmos contos foram usados por outros docentes em seus componentes curriculares. (FAZENDA, 1993).

Biografia do Autor

Márcia Quirino Ferreira Oliveira, Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP)

Graduanda em Pedagogia na Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP). Docente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP).

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, 2002.
SCHULMAN, L. Renewing the pedagogy of teacher education: the impact of subject specific conceptions of teaching. Simpósio sobre Didáticas Específicas en la Formación de Professores. Santiago de Compostela, 1992.
FAZENDA, I. A interdisciplinaridade: um projeto em parceria. São Paulo: Loyola, 1993.
CÂNDIDO, A. Vários escritos. 44 ed. São Paulo: Duas Cidades, 2004.
MORICONI, I. Os cem melhores contos do século XX. São Paulo: Editora Objetiva, 2001.
Publicado
2019-07-12