Chamada para publicação de textos para o v.3, n.1 da RECeT

2021-07-16

O público-alvo do periódico é composto, especialmente, por estudantes de graduação e de pós-graduação, pesquisadores, professores da educação básica e do ensino superior.

Os textos enviados para a RECeT podem ser escritos em Língua Portuguesa, Língua Inglesa ou Língua Espanhola. Os artigos científicos e os relatos de experiência devem ter entre 15 e 20 páginas. As resenhas devem ter até 15 mil caracteres com espaços.

É necessário que os textos sigam as Diretrizes para Autores, bem como o template, disponíveis em https://ojs.ifsp.edu.br/index.php/recet/about/submissions.

Com a publicação da Lei 10.639 de 9 de janeiro de 2003, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996, tornaram-se obrigatórios o estudo da História da África e dos Africanos, da luta dos negros no Brasil, da cultura negra brasileira e do negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil: o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira. Embora os conteúdos referentes à História e à Cultura Afro-Brasileira devam ser ministrados no âmbito de todo o currículo escolar, em especial nas áreas de Educação Artística e de Literatura e História Brasileiras, as demais áreas do conhecimento, principalmente as que contemplam as Ciências Exatas e da Natureza, também devem cumprir com esta alteração curricular, a qual já completou 18 anos.

Neste sentido, o DOSSIÊ AFRICANIDADES visa reunir trabalhos que tenham como foco reflexões, propostas e considerações acerca do desenvolvimento de ações que trabalhem com o reconhecimento da cultura africana e afro-brasileira nas diferentes modalidades educacionais e níveis de ensino, desde a educação infantil até o ensino superior, em suas várias faces (ensino, pesquisa e extensão) e, também, da educação não formal.

Reunir trabalhos que abordem as AFRICANIDADES, atreladas às experiências docentes e discentes nos mais diversos níveis e espaços escolares formais e não formais, dará subsídios para o fortalecimento das reflexões, bem como oportunizará o compartilhamento de saberes acerca do tema.

 

Organizadores do dossiê:

Dra. Fernanda Cristina Gaspar Lemes (IFSP – campus Bragança Paulista),

Dr. Leandro Antonio Guirro (IFSP – campus Presidente Epitácio),

Dr. Leandro Passos (IFMS – campus Três Lagoas) e

Doutoranda Luana Passos (UNESP - IBILCE, integrante do Grupo de Pesquisa Gênero e Raça UNESP - IBILCE).

 

Cronograma do dossiê Africanidades:

18/04/2022 - Data limite para submissão de artigos, resenhas ou relatos de experiências;

23/05/2022 - Avaliação dos trabalhos pelos pareceristas, envio aos autores do resultado da avaliação e, quando for o caso, solicitação aos autores de ajustes nos trabalhos;

10/06/2022 -  Data limite para os autores de trabalhos aprovados retornarem a versão final do artigo (com os ajustes solicitados);

10/06/2022 - Organização e editoração dos trabalhos aceitos;

Julho de 2022 - Publicação do dossiê.