AS RELAÇÕES COM O SABER ESTABELECIDAS NA AÇÃO DO PROFESSOR EM SALA DE AULA: INVESTIGAÇÕES REALIZADAS COM O USO DA MATRIZ 3X3 ENTRE OS ANOS DE 2011 A 2014

  • Diego Fogaça Carvalho Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • Vanessa Largo Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Resumo

As relações com o saber têm sido alvo de muitas pesquisas, especificamente as estabelecidas pelos docentes em sua prática profissional. Arruda, Lima e Passos (2011), com base nos estudos de Tardif (2002), Gauthier (2006), Charlot (2001) e Chevallard (2005), apresentam um referencial teórico- metodológico para a análise da ação do professor em sala de aula, a Matriz 3x3. Por meio desse instrumento, é possível analisar as relações estabelecidas com o conteúdo, com o ensino e com a aprendizagem discente, em suas três dimensões, epistêmica, pessoal e social. Neste artigo, tem-se por objetivo descrever as maneiras como os diferentes pesquisadores de um grupo de pesquisa se valeram dessa elaboração teórica em suas teses de doutoramento, enfatizando as adaptações realizadas em função dos problemas e contexto das pesquisas. A organização e o refinamento das informações contidas nesta pesquisa têm como aporte metodológico a Análise Textual Discursiva, de Moraes e Galiazzi (2007). Em algumas das teses investigadas, observa-se o foco na compreensão da aplicabilidade da matriz, ou seja, o instrumento foi utilizado com o objetivo de conhecer suas limitações e, em outras, houve reformulações do instrumento e aprofundamento das ideias relativas à matriz, que de gestão das relações com o saber passou a ser considerada como a matriz das relações estabelecidas com o saber. 

Referências

ARRUDA, S. de M.; LIMA, J. P. C. de; PASSOS, M. M. Um novo instrumento para a análise da ação do professor em sala de aula. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências – RBPEC, n.2, v.11, p. 139-160, 2011.

ARRUDA, S. de M.; PASSOS, M. M.; FREGOLENTE, A. Focos da aprendizagem docente. Alexandria, v. 11, 2012. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/viewFile/37734/29158>. Acesso em: 12 dez. 2015.

ARRUDA, S. de M.; PASSOS, M. M. A relação com o saber na sala de aula. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL “EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE”, 9., 2015, Aracaju. Mesa-redonda: relação com o saber e o ensino de Ciências e Matemática. Disponível em: < http://educonse.com.br/ixcoloquio/arruda_passos2.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2015.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

BACCON, A. L. P. Um ensino para chamar de seu: um estudo sobre a gestão da matéria e a gestão de classe de professores de Física do Ensino Médio. 2011. 153 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2011.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. CAPES. Edital CAPES/DEB Nº 02/2009. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID. Brasília, DF, 2009.

CARVALHO, D. F. O PIBID e as relações com o saber, aprendizagem da docência e pesquisa: caracterização de uma intervenção na formação inicial de professores de matemática. 2016. f. 245. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2016.

CARVALHO, M. A. de. Um modelo para a interpretação da supervisão no contexto de um subprojeto de física do PIBID. 2013. 170 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2013.

CONTI, R. P. A Educação Ambiental nos cursos de formação inicial de professores: investigações à luz de um novo instrumento de análise. 2014. 83 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2014.

CHARLOT, B. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artmed, 2000. 93 p.

CHARLOT, B. Formação de professores: a pesquisa e a política educacional. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2005.

ELIAS, R. C. Implicações do sistema blocado na ação didática do professor de física. 2013. 54 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2013.

FEJOLO, T. B. A formação do professor de física no contexto do PIBID: os saberes e as relações. 2013. 136 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2013.

FIORENTINI, D.; CASTRO, F. C. de. Tornando-se professor de Matemática: o caso de Allan em prática de ensino e estágio supervisionado. In: FIORENTINI, D. (org.). Formação de professores de Matemática: explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas: Mercado de Letras, 2003. p.121-156.

LARGO, V. O PIBID e as relações de saber na formação inicial de professores de matemática. 2013. 214 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2013.

LUCAS, L. B. Axiologia relacional pedagógica e a formação inicial de professores de biologia. 2014. 286 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR, 2014.

MAISTRO, V. I. de A. Formação inicial: o estágio supervisionado segundo a visão de acadêmicos do curso de Ciências Biológicas. 2012. 126 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2012.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. do C. Análise textual discursiva. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2011.

OHIRA, M. A. Formação inicial e perfil docente: um estudo por meio da perspectiva de um instrumento de análise da ação do professor em sala de aula. 2013. 256f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas. Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2013.

PASSOS, A. M. Uma proposta para a análise das relações docentes em sala de aula com perspectivas de ser inclusiva. 2014. 131 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências Exatas, Universidade Estadual de Londrina, Londrina, PR. 2014.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

Publicado
2016-12-31
Seção
Artigos