Vestígios de monstros na TV: teoria e prática com o desenho animado contemporâneo

  • Fernando Teixeira Luiz UNOESTE
  • Alana Paula de Oliveira

Resumo

O presente ensaio integra uma pesquisa maior, intitulada poéticas do Cinema de Animação, que tem como objetivo investigar as propostas estéticas veiculadas por desenhos animados ao longo do século XX e limiar do século XXI. Assim, dada a necessidade de recorte do objeto, nossa meta, com este texto, é discorrer sobre a animação contemporânea e os recursos utilizados pelos roteiristas para gerar humor. Logo, ocupa-se em problematizar como o cinema revela conexões intertextuais com produções artísticas anteriores ou sincrônicas. Selecionamos, desse modo, dois títulos com o propósito de analisar o processo de desconstrução de elementos típicos do filme de terror e da literatura gótica para gerar efeito de comicidade: Hotel Transilvânia (2012) e Frankenweenie (2012). Sublinhamos que não pretendemos esgotar as narrativas aqui tratadas, mas apresentar uma proposta de leitura e de aplicação em sala de aula a partir de um ponto bastante singular inscrito no enredo dos dois longas-metragens: a revisão do gênero “terror” em meio à paródia de figuras emblemáticas da historiografia do cinema e da literatura. 

Biografia do Autor

Alana Paula de Oliveira

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista, docente da rede municipal de ensino de Presidente Prudente (SP) e da Faculdade de Presidente Prudente

Publicado
2021-12-14