Abandonar e permanecer na docência: aproximações iniciais a partir de teses e dissertações (2000-2108)

  • Tamara de Lima
  • Yoshie Ussami Ferrari Leite

Resumo

Esse trabalho tem como objetivo identificar o que dizem as teses e dissertações acerca da permanência e do abandono da profissão docente no período de 2000-2018. Trata-se, portanto, de uma pesquisa bibliográfica, do tipo estado do conhecimento, de abordagem quanti-qualitativa realizada na base de dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) a partir dos descritores abandono, desistência, evasão e permanência. Acreditamos que se faz necessário um estudo sistemático acerca dos fenômenos da permanência e do abandono docente, para que possamos repensar as políticas públicas em relação à carreira do magistério, no sentido de quais aspectos devem ser valorizados, o que é preciso ser feito para torná-la mais atrativa e menos suscetível ao abandono. Os resultados apontaram que a produção acadêmica comparece sobretudo nos últimos 6 anos, o que pode ser indicativo da relevância que a temática vem adquirindo entre os pesquisadores. Pela análise das Instituições de Ensino Superior de onde provêm as teses e dissertações, percebeu-se que a produção comparece nas cinco regiões do país, o que nos leva a inferir que a preocupação com a temática é de abrangência nacional, não se restringindo a determinado município, estado ou região. Também se notou a predominância de estudos que abordam ou a permanência ou o abandono, sendo poucos os que trabalham a temática conjuntamente. Foi possível identificar uma predominância dos estudos qualitativos e do uso de questionários e entrevistas, além dos próprios professores como público-alvo de quase todas as pesquisas.

Biografia do Autor

Tamara de Lima

Doutoranda em Educação na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), campus Presidente Prudente; professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), campus Presidente Epitácio; membro do Grupo de Pesquisa Formação de Professores, Políticas Públicas e Espaço Escolar (GPFOPE) e membro do Grupo de Estudos e< Pesquisa em Política, Educação e Sociedade (GEPPES); tamara.lima@ifsp.edu.br.

Yoshie Ussami Ferrari Leite

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e livre-docente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp); professora aposentada vinculada ao Programa de pós-graduação em Educação na Unesp, campus Presidente Prudente; líder do Grupo de pesquisa Formação de Professores, Políticas Públicas e Espaço Escolar (GPFOPE); yoshie.leite@unesp.br.

Publicado
2020-12-28
Seção
ARTIGOS