Etnomatemática, Práticas Pedagógicas e Professores da Educação Básica

  • Marli Teresinha Quartieri Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)
  • Ieda Maria Giongo Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)
  • Márcia Jussara Hepp Rehfeldt Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo problematizar o que expressa um grupo de professores da EscolaBásica acerca da efetivação de práticas pedagógicas alicerçadas teórico-metodologicamente no campo daetnomatemática. Nessa perspectiva, ecoam ideias da maturidade de Ludwig Wittgenstein e de MichelFoucault. Qualitativa, a investigação conta com um conjunto de materiais de pesquisa constituídos porenunciações e textos produzidos por um grupo de docentes da Escola Básica. A análise destes, amparadapelas noções foucaultianas de enunciação, enunciado e discurso, evidenciou: a) a insegurança do grupo dedocentes no que se refere à elaboração e consequente implementação de práticas pedagógicasetnomatemáticas; b) a alegação dos docentes de que a inexistência de roteiro ou método específico para acomposição de tais práticas se constitui em entrave para a disseminação das teorizações etnomatemáticasnas escolas de Educação Básica. Tais resultados mostram a necessidade da composição de grupos deestudos permanentes que congregam pesquisadores, docentes e estudantes.

Publicado
2019-06-30
Seção
Artigos