História da Matemática no Ensino da Matemática:

uma experiência no contexto do ensino remoto

Resumo

Este trabalho foi originado pelas discussões e estudos realizados no Grupo de Estudos em História da Matemática e Educação Matemática (GHMEM) da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Temos por objetivo relatar e discutir a implementação de uma proposta baseada em aspectos da História da Matemática, bem como destacar e evidenciar possíveis contribuições e obstáculos. Compreendendo a história como um subsídio para a desmitificação da Matemática como ciência pronta, acabada e para poucos, relatamos aqui a experiência didática envolvendo uma turma de 7º ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede particular de ensino no noroeste do Estado do Paraná, envolvendo os conceitos de razão e proporção, durante o período de ensino remoto. Composta por oito ações, buscamos com a proposta relacionar os conteúdos estudados anteriormente em sala com conhecimentos históricos, permitindo então uma contextualização deles. As interações ao longo da aplicação tanto nas aulas síncronas, quanto nas atividades assíncronas, permitem concluir que as ações motivaram os alunos de forma que passaram de agentes passivos a personagens principais no processo de aprendizagem. Destacamos, porém, que realizar algumas atividades em grupo, bem como acompanhar de forma efetiva as atividades desenvolvidas pelos alunos, não ocorreu de forma satisfatória, atribuindo isso a um obstáculo no formato de ensino remoto.

Biografia do Autor

Guilherme Oliveira Santos, Escola Sabidinho Supremus

Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), professor da rede particular de ensino e membro do Grupo de Estudos em História da Matemática e Educação Matemática (GHMEM), coordenado pela professora Dr.ª Lucieli Trivizoli. Ex-bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID - subprojeto Matemática), ex-preceptor do Programa de Integração Estudantil (PROINTE), ex-bolsista do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC), ex-voluntário do projeto de extensão Lapidando Jóias: Um Resgate ao Futuro e ex-bolsista do Programa Residência Pedagógica (RP - subprojeto Matemática), todos desenvolvidos no âmbito da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Lucieli M. Trivizoli, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Possui graduação em Mathematica da Universidade Federal de São Carlos (2004), commetrado (2008) e doutorado (2011) em Educação Matemática da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - campus Rio Claro. Atualmente é Professor Associado da Universidade Estadual de Maringá e coordenador da área do Programa de Intercâmbio Institucional de Iniciação à Docência (PIBID) - Matemática. Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em História Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Matemática, História da Matemática no Brasil, Influências Estrangeiras na Matemática, História, Sociedades Matemáticas. Membro afiliado da Sociedade Brasileira de História da Matemática e da Sociedade Brasileira de História da Ciência.

Publicado
2021-09-30
Seção
Relatos de Experiência