Práticas Pedagógicas de Professores de Matemática dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental

um estudo sobre a relação entre seus saberes e as orientações curriculares da BNCC

  • Luciana Miyuki Sado Utsumi Universidade Metodista de São Paulo - UMESP
  • Adelmo Carvalho da Silva Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT)

Resumo

O presente estudo tem por objetivo verificar as relações entre os saberes profissionais dos professores de Matemática dos anos iniciais do Ensino Fundamental e a respectiva proposta curricular apresentada na BNCC de 2018. Os caminhos metodológicos: pesquisa bibliográfica, bem como a análise do documento referente à BNCC. O trabalho de campo realizou-se em instituições educacionais de natureza privada, com professoras que ensinam Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Foram utilizados questionários on-line com os sujeitos participantes, individuais e respondidas a distância. A análise dos dados baseou-se em princípios teórico-metodológicos e epistemológicos subjacentes à metodologia de análise de conteúdo. Verificou-se que os aspectos teóricos e metodológicos apontados nas manifestações das professoras se aproximam, em maior ou menor grau, às orientações curriculares da BNCC, bem como às orientações científicas da pesquisa na área da Educação e da Educação Matemática. Constatou-se que as professoras, munidas de seus saberes construídos no decorrer de suas trajetórias formativas, dialogam com a perspectiva de aprendizagem significativa do campo da educação matemática e, consequentemente, se aproximam das orientações curriculares da BNCC. A despeito da necessidade de construção de novos saberes e conhecimentos pedagógicos para o enfrentamento do processo de implantação da BNCC no currículo das escolas, as professoras apresentaram, em menor ou maior grau de consciência e reflexão crítica, os conhecimentos específicos, pedagógicos e curriculares presentes nos pressupostos teóricos e metodológicos da BNCC.

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR: educação é a base. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Secretaria de Educação Básica. 2018.

CANAVARRO, Ana Paula.; PONTE, João Pedro da. O papel do professor no currículo de Matemática. In: GTI (Ed.), O professor e o desenvolvimento curricular. Lisboa: 2005, p. 1-27.

CURY, C. R. J. et al. Base Nacional Comum Curricular: dilemas e perspectivas. São Paulo: Cortez, 2018.

CZIGEL, E.; MONDINI, F.; PAVANEL, E. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a organização da Matemática no Ensino Fundamental. Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo, v. 7, n. 15, p. 356-369, dez. 2019.

D’AMBRÓSIO, U. Da realidade à ação: reflexões sobre educação e matemática. São Paulo: Summus, 1986 (Universidade Estadual de Campinas).

FANIZZI, S. Formação continuada do professor pedagogo em Matemática: reflexões a partir da abordagem de Stephen Ball. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 120-139, 2020.

FAUSTINO, M. P. Ações de formação continuada de professores que ensinam Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental da rede municipal de Presidente Prudente (SP) e saberes docentes. 2011. 203 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2011.

FILHO, O. N. Ensinamentos comuns, vivências diferentes. Folha de Londrina (PR). 15 de janeiro de 2018.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica, Revista Brasileira de Educação. n. 28, p. 50-61, 2005.

NACARATO, A. M.; MENGALI, B. L. da S.; PASSOS, C. L. B. A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

NÓVOA, A. (coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995.

ORTEGA, E. M. V. A construção dos saberes dos estudantes de Pedagogia em relação à matemática e seu ensino no decorrer da formação inicial. 2011. 164 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

PASSOS, CÁRMEN LÚCIA BRANCAGLION; NACARATO, ADAIR MENDES. Trajetória e perspectivas para o ensino de Matemática nos anos iniciais. Estudos avançados, São Paulo, v. 32, n. 94, p. 119-135, dezembro de 2018.

PIMENTA, S. G.; FRANCO, M. A. S.; LIBÂNEO, J. C. Pedagogia, formação de professores – e agora? Problemas decorrentes das diretrizes curriculares nacionais para os cursos de Pedagogia. In: DALBEN et.al., A. I. L. de F. Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

SANTOS, M. J. C. dos. O currículo de matemática dos anos iniciais do ensino fundamental na base nacional comum curricular (BNCC): os subalternos falam? Horizontes, v. 36, n. 1, p. 132-143, jan./abr. 2018.

SANTOS, M. J. C.; MATOS, F. C. C. A insubordinação criativa na formação contínua do pedagogo para o ensino da matemática: os subalternos falam? REnCiMa, v. 8, n. 4, p. 11-30, 2017.

SHULMAN, L. Those who understand: the knowledge growth in the teaching. Education Researcher, Washington, v. 15, n. 2, p. 4-14, fev. 1986.

SHULMAN, L. S. The wisdom of practice: essays on teaching, learning, and learning to teach. S. Wilson (Ed.), San Francisco: Jossey-Bass, 2004.

SMOLE, K. S. A BNCC e o ensino de Matemática nos anos iniciais. Escrito em: 05/02/2020. Atualizado em 13/02/2020. Disponível em: https://mathema.com.br/artigos/a-bncc-e-o-ensino-de-matematica-nos-anos-iniciais/

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

ZOLET, E. J. G.; CARDOSO, S. A.; KOHL, R. C. Currículo e Fundamentos. In: BARP, Elisete Ana. (org.). Capacitação docente: conhecendo a BNCC [recurso eletrônico] / Santa Catarina: Editora da UnC, 2020. pp. 6-18.

Publicado
2021-04-15
Seção
Artigos