Foco e Escopo

A HIPÁTIA - Revista Brasileira de História, Educação e Matemática (Qualis B2 na área de Ensino), conforme sugere seu nome, aceita trabalhos de História da Matemática, Educação Matemática e de Matemática (pura e aplicada). Artigos de Educação também serão aceitos para apreciação. A revista foi oficialmente criada em 8 de março de 2016. Duas concepções principais nos norteiam:

  1. ajudar a ampliar a participação da mulher na ciência no Brasil; 
  2. abrir um espaço para jovens pesquisadores (mestres, doutorandos ou doutores que tenham obtido título há, no máximo, cinco anos). 

Isso significa que procuramos dentro da composição de nosso Conselho Editorial, Conselho Científico e em nossas edições, obter uma maioria de pesquisadores ou de trabalhos cujos autores atendam a pelo menos um desses quesitos. É salutar destacar que, no entanto, contribuições de outros pesquisadores continuam sendo de grande valia.

A revista é composta por cinco seções:

1) Ensaios, na qual são aceitos textos discursivos de caráter crítico 2) Artigos, na qual são aceitos trabalhos completos ou com resultados parciais consistentes; 3) Iniciação Científica, na qual são aceitos trabalhos concluídos decorrentes de pesquisas em nível de graduação (iniciação científica, trabalho de conclusão de curso, monografias resultantes de trabalhos orientados por docentes etc.); 4) Relatos de Experiência, na qual são publicados textos que descrevam precisamente uma dada experiência que possa contribuir de forma relevante para as áreas da HIPÁTIA; 5) Resenhas, na qual são aceitas resenhas de livros, dissertações e teses, ou outros formatos de interesse publicados preferencialmente há não mais que sete anos. Observação: Para os trabalhos de iniciação científica é altamente recomendável que tanto o aluno quanto seu orientador sejam autores do trabalho, sendo que o aluno deverá ser o primeiro. 

Processo de Avaliação pelos Pares

1) É de responsabilidade do(s) autor(es) as correções sintática, ortográfica e bibliográfica, assim como a revisão da digitação. Além da correção e criatividade da abordagem teórica e metodológica do texto, a clareza e a correção da linguagem e a pertinência do estilo de redação são quesitos da avaliação pelos pareceristas.

2) O conteúdo dos artigos assinados é de exclusiva responsabilidade do(s) autor(es).

3) A HIPÁTIA aceita, no momento, apenas trabalhos em português.

4) Os trabalhos submetidos à publicação passarão pela análise de componentes do Conselho Científico da revista. Os membros desse Conselho são os revisores da HIPÁTIA e atuam como assessores do editor, recomendando (com ou sem alterações) ou não a publicação. Os artigos enviados ao editor são por ele encaminhados a dois revisores para apreciação. Em caso de divergência entre os pareceres, o artigo é encaminhado a um terceiro avaliador. A distribuição dos artigos para avaliação pelos revisores é prerrogativa do editor, considerando o tema e a abordagem do trabalho submetido à apreciação, a competência técnica específica dos membros consultores e a ausência de conflito de interesses. Em casos específicos, a critério do editor, podem ser convidados a emitir pareceres profissionais adhoc externos ao Conselho Consultivo. 

5) A HIPÁTIA procede à avaliação por pares, em duplo cego, podendo resultar em quatro situações: a) aprovação (publicação conforme apresentado), b) aprovação com pequenas modificações, c) nova submissão após grandes modificações, d) recusa (reprovação para publicação). A ‘aprovação com pequenas modificações’ implica a checagem do material modificado (versão final) pelo editor e/ou, se julgado necessário, pelos revisores responsáveis pela análise inicial. A indicação de ‘nova submissão após grandes modificações’ implica, se ressubmetido o artigo, o início de um novo processo de avaliação.

6) Quando da submissão de artigos, os autores são comunicados, pelo editor, sobre recebimento do original. Os autores voltam a ser contatados quando o editor tem em mãos seu parecer, elaborado a partir dos pareceres emitidos pelos revisores. No caso de artigos aprovados com pequenas modificações, o contato entre editor e autores continua até o artigo estar reelaborado segundo as exigências dos pareceres emitidos. Todos os autores são comunicados sobre a decisão final referente ao texto submetido. Por fim, no tempo devido, os autores de artigos aprovados, são comunicados sobre a edição em que o texto efetivamente virá a público. 

7) A versão final dos artigos aprovados é reenviada aos autores para aprovação.

8) Os autores, após aprovação final do artigo, deverão assinar termo de compromisso e cessão de direitos, declarando que permitem a publicação do original em edição específica da HIPÁTIA (cessão de direitos).

9) Não há prazo determinado para o envio de artigos para as edições regulares, cujo fluxo de recebimento e processamento é contínuo. 

Periodicidade

Semestral