Projeto "Ciência e Arte"

  • Ricardo Meloni Martins Rosado Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo http://orcid.org/0000-0003-0474-742X
  • Riama Coelho Gouveia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
  • Bruno Molero Ribeiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Resumo

Este trabalho descreve a experiência de um projeto de extensão criado no IFSP campus Sertãozinho em 2016 no qual teatro e paródias musicais foram utilizados para ensinar Física de uma maneira atraente para os alunos. Em 2017, outros professores de Física, Química, Biologia e Artes passaram a fazer parte do projeto, que incorporou também outras manifestações artísticas, como edição gráfica e modelagem, permitindo a participação de maior número de estudantes. Além de facilitar a aprendizagem dos conteúdos discutidos em cada atividade, notou-se que a participação no projeto serviu para ampliar a visão dos estudantes sobre as Ciências da Natureza.

Biografia do Autor

Ricardo Meloni Martins Rosado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Licenciado em Física pela Universidade Federal de Itajubá.Especialista em Teoria e Prática da Divulgação Científica pela Universidade de São Paulo. Mestre em Ensino de Ciências Exatas pela Universidade Federal de São Carlos. Doutorando em Ensino de Ciências pela Universidade de São Paulo.

Professor de Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - campus Sertãozinho pertencente à Área de Química.

Riama Coelho Gouveia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Licenciada em Física pelo IFSP - campus São Paulo. Mestra em Ensino de Ciências Exatas e doutora em Física pela UFSCar.

Professora de Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - campus Sertãozinho pertencente à Área de Química.

 

Bruno Molero Ribeiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo
Estudante do curso técnino em Química integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - campus Sertãozinho

Referências

DEPONTI, M.A.M.; FERNANDES, M.B.; VASCONCELOS, F.E.O. Composição de paródias musicais no ensino de Física. In: SIMPÓSIO SUL-RIO-GRANDENSE DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA. Pelotas, 2013. Resumos... Pelotas: Pronecim, 2013. Disponível em: <http://porteiras.s.unipampa.edu.br/obeduc/files/2014/04/SSRPCM_CIDA.pdf> Acesso em: 17 mai 2017.

JÚDICE, R.; DUTRA, G. Física e teatro, uma parceria que deu certo. Física na Escola. São Paulo: Sociedade Brasileira de Física, v.2, n.1, p.7-12, 2001.

ROSADO, R.M.M. Uso de jogos didáticos e outras estratégias de ensino-aprendizagem para o ensino de Física de Partículas. In: ENCONTRO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PARA A LICENCIATURA, Itapetininga, 2015. Resumos... Itapetininga: IFSP – campus Itapetininga, 2015.

SANTOS, A.C. et al. Paródia como ferramenta para o ensino da Física. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, 22, São Carlos, 2017. Oficinas... São Paulo: Sociedade Brasileira de Física, 2017. Disponível em: <http://www1.sbfisica.org.br/eventos/snef/xxii/sys/cursos/popup_curso.asp?curId=OF17> Acesso em: 17 mai 2018.

SARTORI, A.F. Produção docente de vídeos digitais para o ensino de física: desafios e potencialidades. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) – Ensino de Ciências (Física, Química e Biologia), Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

VIEIRA, M.A. Alguns Aspectos da Física Mecânica e Dança: Procedimentos técnico-criativos. Horizonte Científico, v.9, n.2, 2015. Disponível em: <http://www.seer.ufu.br/index.php/horizontecientifico/article/view/31176> Acesso em: 17 mai 2018.

Publicado
2019-05-06
Seção
Relato de Experiência