Núcleo de Estudos em Agroecologia e Economia Feminista no IFSP/Matão

  • Alexandra Filipak Instituto Federal de São Paulo
Palavras-chave: Feminismo, Agroecologia, Mulheres Rurais, Autonomia Econômica, Extensão Rural

Resumo

O Campus Matão do IFSP vem desenvolvendo, desde 2014, projetos de extensão e pesquisa voltados ao trabalho com as mulheres rurais, de assentamentos de reforma agrária, comunidades quilombolas e de agricultura familiar, para o desenvolvimento da agroecologia, geração de trabalho e renda e autonomia econômica dessas mulheres. Dessa forma, vêm criando uma rede de trabalho que converge diferentes ações de ensino, pesquisa e extensão, a partir de vários projetos apoiados por agências de fomento como o CNPQ ou com recursos internos do IFSP criando uma rede de atuação extensionista e de pesquisa na perspectiva teórica e tecnológica da Agroecologia como movimento social, ciência e prática e Economia Feminista enquanto análise das formas como as mulheres rurais participam das atividades produtivas no campo e as desigualdades nesse mundo do trabalho por elas vividas. A construção do Núcleo de Estudos em Agroecologia e Economia Feminista NEA/IFSP parte do entendimento da necessidade do estabelecimento de ações de extensão identificadas com as questões do campo a partir do trabalho de docentes, pesquisadores e extensionistas na área e em parceria com uma rede de agentes e instituições. Apresenta também a intencionalidade de, a partir de processos educativos com novos enfoques metodológicos se (re)construir paradigmas tecnológicosde produção e troca de conhecimentos para contribuir com a efetivação de um rural sustentável e inclusivo. O presente texto apresenta aspectos históricos da criação do NEA no IFSP Matão assim como relata experiências vividas a partir dos referenciais teóricos das áreas de conhecimento que acompanham os trabalhos desenvolvidos. Por fim apresenta uma reflexão acerca dos desafios para a agroecologia e o feminismo na atuação da extensão e pesquisa no IFSP.

 

Biografia do Autor

Alexandra Filipak, Instituto Federal de São Paulo
Professora do Instituto Federal de São Paulo Campus Matão, área Educação, Doutora em Ciências Sociais pela UNESP Marília, Mestre em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, PR, Licenciada em Pedagogia pela mesma Universidade, teve sua trajetória profissional e acadêmica ligada aos estudos voltados para o campo, agricultura familiar e reforma agrária, movimentos sociais, estudos de gênero. Atuou em escolas ligadas a movimentos sociais do campo como docente e coordenadora pedagógica. Trabalhou no governo Dilma nos Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e no Ministério do Desenvolvimento Agrário através da FAO/ONU. Hoje atua como pesquisadora, extensionista e docente no IFSP com diversos projetos ligados ao CNPQ e à outras agências de fomento. Tem sua atuação também voltada ao ativismo feminista e agroecológico.
Publicado
2019-12-24
Seção
Relatos