Desempenho Térmico em ambiente escolar: estudo de caso no Câmpus Jacareí do IFSP

Resumo

O artigo apresenta os resultados da avaliação de desempenho térmico conduzida como trabalho de Iniciação Científica aplicando o método denominado Índice de Temperatura e Umidade (ITU) ou Índice de Desconforto (ID). A pesquisa buscou verificar a performance térmica de diversos ambientes permitindo oferecer um treinamento real no manuseio de aparelhos e na coleta sistemática de dados de temperatura e umidade com tabulações e análise conclusiva. O resultado oferece um relevante diagnóstico de conforto térmico do prédio de aulas do campus Jacareí do IFSP aferidas em medições realizadas, respectivamente, no solstício de inverno e no equinócio permitindo aferir as condições térmicas atuantes neste semestre letivo. Os resultados demonstraram grande disparidade no conforto térmico ao longo do dia, com momentos agradáveis (confortáveis termicamente) ou desagradáveis (desconfortáveis termicamente), face a características de orientação solar e disposição arquitetônica ali atuantes, avaliadas para certo percentual de indivíduos hipoteticamente calculados pelo método aplicado.  

Biografia do Autor

Carlos Augusto Niemeyer, IFSP

Arquiteto, doutor em Arquitetura pela Unicamp, Professor efetivo do IFSP.

Publicado
2020-07-21
Seção
Artigos